Os Anônimos - Helena Marcon Terres (Canoas)

Helena Marcon Terres, de Canoas (RS)

Pelo facebook, a colorada Helena conta a sua trajetória como torcedora, da infância ao péssimo momento que vivemos atualmente. Sua história é concomitante à toda uma geração que viu o Inter ressurgir do ostracismo às grandes glórias do século XXI.
Quer ter a tua voz presente aqui? Curte a nossa página e manda teu texto via inbox.

Me deixem falar sobre o Inter.
Se vocês não sabem, amigos, sou colorada. Eu tinha 5 anos quando assisti ao primeiro jogo de futebol da minha vida. Meu pai, colorado fanático, torcia enlouquecido, um pouco embriagado diga-se de passagem, pelo que chamava orgulhosamente de clube do povo do Rio Grande do Sul. Com 5 anos, me importei pela primeira vez com aquilo tudo – e vi o Inter perder. Me lembro como se fosse hoje: naquele dia decidi, desconsiderando a camiseta do Grêmio que havia ganhado, que eu usaria todos os meus poderes mágicos de criança para fazer o Inter vencer. Claro, se o Inter não ganhava era porque meu pai, adulto coitado, não poderia mudar aquilo. Eu sim. Então passamos a assistir a todos os jogos juntos, ele e eu. Eu rezava baixinho, suava naquele uniforme largo que ele me comprou, e o Inter... bem, ele não ganhava, mas o que importava? Eu, meu pai e o gigante da Beira Rio éramos um só, e eu amava esse sentimento. Os longos anos 1990 não tirariam a alegria que os jogos traziam pra mim. Fosse no estádio, num bar qualquer (pois é, meu pai não era muito responsável), ou em casa mesmo, torcer pelo nosso Colorado era um evento mágico. Ao meu redor, todos eram gremistas, mas e daí?

Aí vieram os anos 2000. Eu chorei, ri, pulamos numa piscina de plástico cheia de água suja – aí sim meu pai e eu embriagados, ele de cerveja, eu de emoção. Vimos nosso time ganhar tudo o que era possível. Nossos corações não cabiam no peito. Apenas dois anos depois, meu pai faleceu. Foi duro. Minha vida mudou completamente e assistir aos jogos parecia não ser mais a mesma coisa. Me parecia também que o Inter se perdia em meio a tantos slogans estranhos.
Hoje meu time está rebaixado. A gestão do nosso Inter nos envergonhou, não só pelo desempenho do time, mas por declarações e atitudes desprezíveis. Imagino rindo as palavras pouco amigáveis (pra dizer o mínimo) que meu pai usaria se estivesse vivo. Mas sabe? Ninguém pode nos tirar o que o Inter nos deu. Amigos, isso não é só sobre futebol. Ter perdido e ganhado com o Inter fez parte da minha construção enquanto pessoa. Tenho uma coleção de caixinhas de memórias emocionais sobre isso – e não tem série B que consiga apagar.
Bem, ontem me associei ao Inter. Acho que está mais que na hora de usarmos nossos poderes mágicos de novo.

12/4/1978 - Campeonato Brasileiro 1978 - 1ª fase - Internacional 2 x 0 Chapecoense

CAMPEONATO BRASILEIRO 1978 - 1ª FASE - INTERNACIONAL 2 X 0 CHAPECOENSE
Data: 12/4/1978
Local: Beira-Rio - Porto Alegre (RS)
Renda: Cr$ 405.145,00
Juiz: Paulo de Souza Arruda
Cartões: Peri, Alcione (I); Carioca (C).
Gols: Falcão 3'/1 (I); Bil 20'/1 (I).
INTERNACIONAL: Bagatini; Lúcio, Gardel, Beliato e Vanderlei Luxemburgo; Caçapava (Tonho Gil), Falcão e Bil; Valdomiro (Alcione), Peri e Jair. Técnico: Cláudio Duarte.
CHAPECOENSE: Bessa; Caíca, Gilberto (Décio), Evans e Vitor Ivo; Janga, Carlos Alberto e Sarandi; Carioca, Eluzardo e Luizinho. Técnico: Áureo Maliverni.

O gol de bicicleta de Falcão:
Imagens: Rede Globo
Créditos: Nilsonsial

5/4/1970 - Amistoso - Internacional 0 x 1 Uruguai

AMISTOSO - INTERNACIONAL 0 X 1 URUGUAI
Data: 5/4/1970
Local: Beira-Rio - Porto Alegre (RS)
Renda: Cr$ 170.135,50
Juiz: Ramón Barreto (URU)
Gol: Fontes 37’/2 (U).
INTERNACIONAL: Gainete; Édson Madureira, Pontes, Valmir Louruz e Jorge Andrade; Paulo César Carpegiani e Carbone; Sérgio Galocha, Bráulio (Valdomiro) Claudiomiro e Mosquito. Técnico: Daltro Menezes.
URUGUAI: Mazurkiewicz; Ubiñas, Sandoval, Matosas e Brunel; Lamas e Esparrago; Losada, Cubillas (Fontes), Manero e Bareño. Técnico: Juan Honberg.

O Inter foi aguerrido, mas não evitou a derrota para o Uruguai.
Fonte: Placar

26/3/1970 - Amistoso - Internacional 3 x 0 Peru

AMISTOSO - INTERNACIONAL 3 X 0 PERU
Data: 26/3/1970
Local: Beira-Rio - Porto Alegre (RS)
Renda: Cr$ 105.720,00
Juiz: Agomar Martins
Gols: Mosquito 3’/1 (I); Claudiomiro 13’/1 (I); Claudiomiro 21’/2 (I).
INTERNACIONAL: Gainete; Édson Madureira, Pontes, Valmir Louruz e Jorge Andrade; Carbone e Dorinho; Braúlio, Sérgio, Claudiomiro (Didi Pedalada) e Mosquito. Técnico: Daltro Menezes.
PERU: Correa; Campos, La Torre, Chumpitaz e Salinas; Challe e Cruzada (Sotille); Baylon (Ramirez), Perico León, Cubillas  e Gallardo. Técnico: Didi.

O nome Internacional sendo justificado em conforntos
com grandes seleções da América do Sul.
Fonte: Placar
O Internacional foi impiedoso com a seleção treinada pelo ilustre Didi "Folha Seca".
Fonte: Placar

15/10/1972 - Campeonato Brasileiro 1972 - 1ª fase - Internacional 0 x 0 América-MG

CAMPEONATO BRASILEIRO 1972 - 1ª FASE - INTERNACIONAL 0 X 0 AMÉRICA-MG
Data: 15/10/1972
Local: Beira-Rio - Porto Alegre (RS)
Renda: Cr$ 98.643,00
Juiz: Saul Mendes
INTERNACIONAL: Schneider; Édson Madureira, Figueroa, Pontes e Jorge Andrade; Carbone e Paulo César Carpegiani; Manoel (Escurinho) e Valdomiro, García (Árlem) e Volmir. Técnico: Dino Sani.
AMÉRICA-MG: Élcio; Augusto, Luiz Alberto, Wander e Cláudio Sapo; Merola (Didinho), e Juca Show; Pedro Omar, Hélio, Tião e Iaúca. Técnico: Yustrich.

12/11/1989 - Campeonato Brasileiro 1989 - 2ª fase - Cruzeiro 4 x 2 Internacional

CAMPEONATO BRASILEIRO 1989 - 2ª FASE - CRUZEIRO 4 X 2 INTERNACIONAL
Data: 12/11/1989
Local: Mineirão - Belo Horizonte (MG)
Juiz: Aristóteles Cantalice
Cartões: Bonamigo e Dacroce (I).
Gols: Luvanor 17’/1 (I); Hêider 18’/1 (C); Adilson Batista 23’/1 (C); Chiquinho, pênalti 17’/2 (I); Édson 26’/2 (C); Careca 32’/2 (C).
CRUZEIRO: Paulo César Borges; Eduardo, Gilson Jáder, Adilson Batista e Balu; Ademir Kaefer, Édson e Betinho; Hêider (Ramón Menezes), Hamílton e Careca (Andrade). Técnico: Ênio Andrade.
INTERNACIONAL: Taffarel; Chiquinho, Nórton, Nenê e Jacquet; Bonamigo, Edmundo (Roberto Carlos) e Dacroce (João Carlos); Zé Carlos, Nélson Bertolazzi e Luvanor. Técnico: Carbone.

9/10/2014 - Campeonato Brasileiro 2014 - 2º turno - Chapecoense 5 x 0 Internacional

CAMPEONATO BRASILEIRO 2014 - 2º TURNO - CHAPECOENSE 5 X 0 INTERNACIONAL
Data: 9/10/2014
Local: Arena Condá - Chapecó (SC)
Público: 17.230 pagantes.
Renda: R$ 651.825,00
Juiz: Ricardo Marques Ribeiro, auxiliado por Guilherme Dias Camilo e Janette Mara Arcanjo.
Cartão: Nilmar (I).
Expulsão: Dida (I).
Gols: Diones 35'/1 (C); Leandro 38'/1 (C); Leandro 14'/2 (C); Diones 31'/2 (C); Camilo 42'/2 (C).
CHAPECOENSE: Danilo; Fabiano, Douglas Grolli, Meza e Jussandro (Ednei); Bruno Silva, Diones, Ricardo Conceição (Wanderson) e Camilo; Tiago Luís (Yuri) e Leandro. Técnico: Jorginho.
INTERNACIONAL: Dida; Gilberto Júnior, Paulão, Juan (Ernando) e Fabrício; Ygor, Bertotto (Nilmar), D'alessandro (Valdívia), Alex e Alan Patrick; Rafael Moura. Técnico Abel Braga.

Canal: Gols do Inter HD

28/5/2014 - Campeonato Brasileiro 2014 - 1º turno - Internacional 2 x 0 Chapecoense

CAMPEONATO BRASILEIRO 2014 - 1º TURNO - INTERNACIONAL 2 X 0 CHAPECOENSE
Data: 28/5/2014
Local: Centenário - Caxias do Sul (RS)
Público: 3.483 (2.824 pagantes).
Renda: R$ 57.560,00
Juiz: Felipe Gomes da Silva, auxiliado por Ivan Carlos Bohn e Luciano Roggenbaum.
Cartões: D'alessandro, Dida (I); Neuton, Wanderson e André Paulino (C).
Gols: Wellington Paulista 24'/1 (I); Wellington Paulista 33'/2 (I).
INTERNACIONAL: Dida; Diogo (Cláudio Winck), Ernando, Juan e Fabrício; Willians, Wellington Martins, Valdívia (Jorge Henrique), Eduardo Sasha (Leandro) e D'alessandro; Wellington Paulista. Técnico: Abel Braga.
CHAPECOENSE: Danilo; Fabiano, Rafael Lima, André Paulino e Neuton; Wanderson, Diones, Dedé (Bergson) e Neném (Fabinho Alves); Tiago Luís e Roni. Técnico: Celso Rodrigues.


Canal: Gols do Inter HD

2/8/2015 - Campeonato Brasileiro 2015 - 1º turno - Internacional 0 x 0 Chapecoense

CAMPEONATO BRASILEIRO 2015 - 1º TURNO - INTERNACIONAL 0 X 0 CHAPECOENSE
Data: 2/8/2015
Local: Beira-Rio - Porto Alegre (RS)
Público: 21.253 (17.579 pagantes).
Renda: R$ 433.570,00
Juiz: Pericles Bassols Pegado Cortez, auxiliado por Alessandro Rocha de Matos e Rogério Pablos Zanardo.
Cartões: D'alessandro, Alex, Wellington Martins (I); Wagner e Bruno Silva (C).
INTERNACIONAL: Alisson; William, Réver, Juan e Ernando; Rodrigo Dourado, Ânderson (Wellington Martins), Eduardo Sasha, D'alessandro e Valdívia (Rafael Moura); Lisandro López. Técnico: Diego Aguirre.
CHAPECOENSE: Danilo; Apodi, Vilson, Neto e Dener; Elicarlos, Bruno Silva, Wagner (Neném) e Tiago Luís (Maranhão) e Ananias (Hyoran); Bruno Rangel. Técnico: Vinícius Eutrópio.


  Canal: FuteAki

17/1/2001 - Copa Sul-Minas 2001 - 1ª fase - Internacional 0 x 2 Cruzeiro

COPA SUL-MINAS 2001 - 1ª FASE - INTERNACIONAL 0 X 2 CRUZEIRO
Data: 17/1/2001
Local: Beira-Rio - Porto Alegre (RS)
Público: 5.727
Renda: R$ 35.867
Juiz: Heber Roberto Lopes
Gols: Fernando Cardozo, contra 4’/2 (C); Marcelo Ramos 32’/2 (C).
INTERNACIONAL: João Gabriel; Barão, Fernando Cardozo, Ronaldo e Dênis; Leandro Guerreiro, Marcelo Rosa (Carlinhos), Gil Baiano e Alex Peres (Beto Bombeiro); Fábio Pinto e Luiz Cláudio. Técnico: Zé Mário.
CRUZEIRO: Jéfferson; Maguinho, Bill, Luisão e Alex Santos; Cléber, Fernandinho, Joélson (Wendel) e Jorge Wágner (Mancuso); Müller e Marcelo Ramos (Adriano Chuva). Técnico: Luiz Felipe Scolari.

19/11/2015 - Campeonato Brasileiro 2015 - 2º turno - Chapecoense 1 x 0 Internacional

CAMPEONATO BRASILEIRO 2015 - 2º TURNO - CHAPECOENSE 1 X 0 INTERNACIONAL
Data: 19/11/2015
Local: Arena Condá - Chapecó (SC)
Juiz: Marcelo de Lima Henrique, auxiliado por Clóvis Amaral da Silva e Bruno César Chaves Vieira.
Cartões: Juan; D'alessandro, William (I); Túlio de Melo, Vilson, Neném e Maranhão (C).
Expulsão: Juan (I).
Gol: Ananias 19'/2 (C).
CHAPECOENSE: Nivaldo; Apodi, Vilson, William Thiego e Dener; Bruno Silva, Cléber Santana, Camilo (William Barbio), Ananias (Neném) e Maranhão; Túlio de Melo (Tiago Luís). Técnico: Guto Ferreira.
INTERNACIONAL: Alisson; Willian, Juan, Paulão e Ernando (Artur); Nico Freitas, Rodrigo Dourado (Alisson Farias), Anderson e D'alessandro; Vitinho e Lisandro López (Alan Costa). Técnico: Argel.


Canal: FUTEBOL NA VEIA

30/3/2003 - Campeonato Brasileiro 2003 - 1º turno - Internacional 1 x 1 Ponte Preta

CAMPEONATO BRASILEIRO 2003 - 1º TURNO - INTERNACIONAL 1 X 1 PONTE PRETA
Data: 30/3/2003
Local: Beira-Rio - Porto Alegre (RS)
Público: 8.442 (6.251 pagantes).
Renda: R$ 54.917,00
Juiz: Carlos Jack Rodrigues Magno
Cartões: Wilson, Gavilán (I); Rodrigo, Roberto, Sérgio Alves e Alan (P).
Expulsões: Clemer, Cleiton Xavier (I); Rodrigo (P).
Gols: Jean 15’/1 (P); Diego 41’/2 (I).
INTERNACIONAL: Clemer; Fernando Cardozo, Wilson e André Cruz (Thiago Matos); Cleiton Xavier, Flávio (Nilmar), Gavilán e Edu Silva; Diego, Daniel Carvalho (Luiz Müller) e André Neles. Técnico: Muricy Ramalho.
PONTE PRETA: Alexandre Negri; Carlos Alexandre, Gabriel, Rodrigo e Alan; Roberto, Piá (Ângelo), Adrianinho e Luizinho Vieira (Vaguinho); Jean e Sergio Alves (Luiz Carlos). Técnico: Abel Braga.
Obs.: os pontos da partida foram revertidos ao Internacional, em virtude da escalação irregular do jogador Roberto, da Ponte Preta.

Depois de muito tempo sem marcar, Diego lava a alma com o gol de empate.
Fonte: Correio do Povo
Partida horrorosa do Inter no início do campeonato.
Fonte: Correio do Povo

17/8/2002 - Campeonato Brasileiro 2002 - 1ª fase - Internacional 1 x 0 Ponte Preta

CAMPEONATO BRASILEIRO 2002 - 1ª FASE - INTERNACIONAL 1 X 0 PONTE PRETA
Data: 17/8/2002
Local: Beira-Rio - Porto Alegre (RS)
Público: 8.134
Renda: R$ 87.470,00
Juiz: Jorge Rebello, auxiliado por Marcos Vinícius Sá Freire e Manoel do Couto Pires.
Cartões: Cleitão, Alexandre, Leandrão, Clemer (I); Daniel e Elivélton (P).
Gol: Leandrão 11/’2 (I).
INTERNACIONAL: Clemer; Luizinho Netto (Alexandre), Luiz Alberto (Vinícius), Júnior Baiano e Cássio; Cleitão, Claiton, Fabiano Costa e Carlos Miguel; Mahicon Librelato (Leandrão) e Daniel Carvalho. Técnico: Guto Ferreira.
PONTE PRETA: Hiran; Daniel, Rodrigo, Marinho e Elivélton; Roberto (Adrianinho), Mineiro, Isaías (Jean) e Alex Oliveira; Basílio e Macedo (Humberto). Técnico: Oswaldo Alvarez.
Roberto comete falta em Fabiano Costa. Jogo de baixo nível técnico.
Fonte: Correio do Povo.
Leandrão anotou o gol da vitória.
Fonte: Correio do Povo.
Guto Ferreira em raro momento de tranquilidade.
Fonte: Correio do Povo

9/9/2001 - Campeonato Brasileiro 2001 - 1ª fase - Internacional 2 x 2 Ponte Preta

CAMPEONATO BRASILEIRO 2001 - 1ª FASE - INTERNACIONAL 2 X 2 PONTE PRETA
Data: 9/9/2001
Local: Beira-Rio - Porto Alegre (RS)
Público: 17.367 (13.651 pagantes).
Juiz: Márcio Rezende de Freitas, com Vayran da Silva Rosa e Claudemir Mafessoni.
Expulsão: Washington (P).
Gols: Marquinhos 7’/1 (P); Fernando Cardozo 43’/1 (I); Carlinhos 33’/2 (I); Elivélton 37’/2 (P).
INTERNACIONAL: Hiran; Bruno, Gilmar Lima, Fernando Cardozo e Wederson (Eros Pérez); Leandro Guerreiro, Carlinhos, Silvinho e Paulo César (Fábio Pinto); Fabiano e Luiz Cláudio. Técnico: Carlos Alberto Parreira.
PONTE PRETA: Alexandre Negri; Dionísio, Rodrigo, André Santos e Elivélton; Fabinho, Roberto, Mineiro e Marquinhos (Marco Aurélio)  (Luiz Carlos); Macedo (Humberto) e Washington. Técnico: Marco Aurélio.
Alexandre Negri e Luiz Cláudio na disputa.
Fonte: Correio do Povo 
Mineiro se empenha para barrar Fabiano e Paulo César.
Fonte: Correio do Povo
Nem o gol de Carlinhos deu a garantia dos 3 pontos.
O Inter sofreu o empate aos 37 do segundo tempo.
Fonte: Correio do Povo

8/11/2000 - Campeonato Brasileiro 2000 - 1ª fase - Ponte Preta 3 x 1 Internacional

CAMPEONATO BRASILEIRO 2000 - 1ª FASE - PONTE PRETA 3 X 1 INTERNACIONAL
Data: 8/11/2000
Local: Moisés Lucarelli - Campinas (SP)
Juiz: Antônio Pereira da Silva, auxiliado por Milton Otaviano dos Santos e Eduardo dos Santos.
Gols: André Santos, contra 20’/1 (I); Marco Aurélio Jacozinho 26’/1 (P); Mineiro 41’/1 (P); Macedo 34’/2 (P).
PONTE PRETA: Adriano Basso; Daniel, André Santos, Ronaldão e Fábio Vidal; Fabinho, Mineiro, Piá e Marco Aurélio Jacozinho (Roberto); Hernâni (Macedo) e Washington. Técnico: Nelsinho Batista.
INTERNACIONAL: João Gabriel; Denílson, Lúcio, Ronaldo e Dênis; Enciso, Fábio Rochemback (Carlinhos), Marcelo Rosa e Elivélton (Gil Baiano); Fabiano (Diogo Rincón) e Rodrigão. Técnico: Zé Mário.
Rodrigão tenta, em vão, furar o bloqueio da Ponte.
Fonte: Correio do Povo

26/3/1983 - Campeonato Brasileiro 1983 - 2ª fase - Internacional 1 x 0 Ponte Preta

CAMPEONATO BRASILEIRO 1983 - 2ª FASE - INTERNACIONAL 1 X 0 PONTE PRETA
Data: 26/3/1983
Local: Beira-Rio - Porto Alegre (RS)
Público: 14.838
Renda: Cr$ 7.695.900,00
Gol: Geraldão 7’/2 (I).
Cartões: Luís Carlos Winck, André Luís, Renê Weber (I); Heitor, Cláudio Mineiro e Édson Boaro (P).
INTERNACIONAL: Benítez; Luís Carlos Winck, Mauro Pastor, André Luís e Paulo Roberto Prestes; Mauro Galvão, Renê Weber e Rubén Paz (Sílvio Hickmann); Paulo Santos (Paulo César Maringá), Geraldão e Silvinho Paiva. Técnico: Dino Sani.
PONTE PRETA: Carlos; Heitor, Juninho Fonseca, Polozzi e Cláudio Mineiro; Édson Boaro, Jorge Mendonça e Ângelo; Edinho (Luís Sílvio), Chicão e Nenê (Dicá). Técnico: Dudu.

31/10/1999 - Campeonato Brasileiro 1995 - 1ª fase - Internacional 1 x 0 Ponte Preta

CAMPEONATO BRASILEIRO 1999 - 1ª FASE - INTERNACIONAL 1 X 0 PONTE PRETA
Data: 31/10/1999
Local: Beira-Rio - Porto Alegre (RS)
Público: 47.392 (40.689 pagantes)
Renda: R$ 58.305,00
Juiz: Márcio Rezende de Feitas, auxiliado por Marco Antônio Martins e Jorge Paulo Oliveira.
Expulsões: Gustavo (I); Fábio Luciano (P).
Gol: Ânderson Luiz 2’/1 (I).
INTERNACIONAL: João Gabriel; Denílson, Ânderson Luiz, Ronaldo e Gustavo; Claiton, Enciso, Dunga (Leandro Guerreiro) e Almir; Fabiano e Celso (Ânderson Barbosa). Técnico: Émerson Leão.
PONTE PRETA: Alexandre Fávaro; Daniel, Fábio Luciano, Ronaldão e Misso (Claudinho); Roberto, Alex Oliveira, Mineiro e Piá; Régis Pitbull (Reinaldo) e Narcizio (Luís Fabiano). Técnico: Marco Aurélio.
Claiton, Ânderson Luiz, Ronaldo e Fabiano correm para festejar o gol da vitória.
Fonte: Correio do Povo
O Inter marcou logo no início e segurou a Ponte Preta até o final.
Fonte: Correio do Povo 
Ânderson arremessa a camisa para a torcida. Festa do alívio.
Fonte: Correio do Povo

2/8/1998 - Campeonato Brasileiro 1998 - 1ª fase - Ponte Preta 0 x 0 Internacional

CAMPEONATO BRASILEIRO 1998 - 1ª FASE - PONTE PRETA 0 X 0 INTERNACIONAL
Data: 2/8/1998
Local: Moisés Lucarelli - Campinas (SP)
Público: 5.527
Juiz: Luciano Augusto Almeida
Expulsão: Reginaldo (I).
PONTE PRETA: Edinho; André Santos, Fábio Luciano, Ronaldão e André Silva; Mineiro, Fabinho, Zinho (Vânder) e Vágner Mancini (Alessandro); Régis Pitbull e Sandro Gaúcho. Técnico: Celso Teixeira.
INTERNACIONAL: André; Denílson, Márcio Dias, Régis e Espínola; Ânderson Luiz, Reginaldo, Enciso e Marcelo Rosa (Leandro Augusto); Paulo Diniz (Claiton) e Christian. Técnico: Cassiá.
Régis Pitbull disputa a bola com Régis.
Fonte: Correio do Povo
Ânderson Luiz e Márcio Dias fazem o ferrolho na defesa colorada,
enquanto Vágner Mancini e Espínola observam a jogada.
Fonte: Correio do Povo

3/2/1982 - Campeonato Brasileiro 1982 - 1ª fase - Ponte Preta 0 x 0 Internacional

Data: 3/2/1982
Local: Moisés Lucarelli - Campinas (SP)
Público: 13.706
Renda: Cr$ 3.880.660,00
Juiz: Eraldo Palmerini
PONTE PRETA: Carlos; Édson Boaro, Juninho, Nenê Santana e Zarur; Zé Mário, Osvaldo e Dicá; Bagé, Ronaldo Marques e Abel (Zezinho). Técnico: Vanderlei Paiva.
INTERNACIONAL: Benítez; Edevaldo, Mauro Pastor, Mauro Galvão e Rodrigues Neto; Ademir Kaefer, Ademir Müller e Assis (Sílvio Hickmann); Valdomiro, Bira (Pedro Verdum) e Silvinho Paiva. Técnico: Cláudio Duarte.

21/1/1982 - Campeonato Brasileiro 1982 - 1ª fase - Internacional 1 x 1 Ponte Preta

Data: 24/1/1982
Local: Beira-Rio - Porto Alegre (RS)
Público: 30.011
Renda: Cr$ 7.221.000,00
Juiz: Luís Carlos Félix
Cartões: Silvinho Paiva, Ademir Kaefer (I); Édson Boaro, Toninho Oliveira, Juninho e Zé Mário (P).
Gols: Celso 5’/1 (P); Bira 13’/1 (I).
INTERNACIONAL: Benítez; Edevaldo, Mauro Pastor, Mauro Galvão e Rodrigues Neto; Ademir Kaefer (Assis), Ademir Müller e Cléo Hickmann; Sílvio Hickmann (Valdomiro), Bira e Silvinho Paiva. Técnico: Cláudio Duarte.
PONTE PRETA: Carlos; Édson Boaro, Juninho, Nenê Santana e Toninho Oliveira; Zé Mário, Osvaldo e Dicá; Bagé (Roberto), Celso (Zezinho) e Abel. Técnico: Vanderlei Paiva. 

18/1/1981 - Campeonato Brasileiro 1981 - 1ª fase - Internacional 4 x 2 Ponte Preta

CAMPEONATO BRASILEIRO 1981 - 1ª FASE - INTERNACIONAL 4 X 2 PONTE PRETA
Data: 18/1/1981
Local: Beira-Rio - Porto Alegre (RS)
Público: 13.624
Renda: Cr$ 1.246.200,00
Juiz: Wilson Carlos dos Santos
Cartões: Jorge Campos e Dicá (P).
Gols: Jair 35’/1 (I); Zé Mário 38’/1 (P); Jair, pênalti 15’/2 (I); Humberto 36’/2 (P); Bira 37’/2 (I); Silvinho Paiva 40’/2 (I).
INTERNACIONAL: Benítez; João Carlos, Mauro Pastor, André Luís e Cláudio Mineiro; Ademir Kaefer (Tonho Gil), Jair e Mauro Galvão; Paulo Santos, Bira e Mário Sérgio (Silvinho Paiva). Técnico: Mário Juliato.
PONTE PRETA: Luís Henrique; Édson Boaro, Rudnei, Nenê e Odirlei; Zé Mário, Osvaldo e Dicá (Humberto); Serginho, Jorge Campos (Amauri) e Abel. Técnico: Jair Picerni.

16/3/1980 - Campeonato Brasileiro 1980 - 1ª fase - Internacional 1 x 0 Ponte Preta

CAMPEONATO BRASILEIRO 1980 - 1ª FASE - INTERNACIONAL 1 X 0 PONTE PRETA
Data: 16/3/1980
Local: Beira-Rio - Porto Alegre (RS)
Público: 26.166
Renda: Cr$ 1.787.540,00
Juiz: José Roberto Wright
Gol: Bira 24’/2 (I).
INTERNACIONAL: Gasperin; João Carlos, Mauro Pastor, Mauro Galvão e Cláudio Mineiro; Batista, Toninho Oliveira e Jair; Chico Spina (Falcão), Bira e Silvinho Paiva. Técnico: Ênio Andrade.
PONTE PRETA: Carlos; Édson, Orlando Fumaça, Eugênio e Odirlei; Humberto, Marco Aurélio e Zé Mário; Serginho, Osvaldo (Ademir) e Tuta (Parraga). Técnico: Zé Duarte.

10/6/1978 - Campeonato Brasileiro 1978 - 2ª fase - Ponte Preta 1 x 2 Internacional

CAMPEONATO BRASILEIRO 1978 - 2ª FASE - PONTE PRETA 1 X 2 INTERNACIONAL
Data: 10/6/1978
Local: Moisés Lucarelli - Campinas (SP)
Juiz: Valquir Pimentel
Expulsão: Marco Aurélio (P).
Gols: Toninho Oliveira 11’/1 (P); Bil 40’/1 (I); Bil 42’/2 (I).
PONTE PRETA: Rafael (Robinson); Toninho Oliveira, Nenê Santana, Juninho Fonseca e Odirlei; Vanderlei, Dicá e Marco Aurélio; Lúcio, Dario (Mirandinha) e Tuta. Técnico: Mílton dos Santos.
INTERNACIONAL: Gasperin; Lúcio, Beliato, Gardel e Vanderlei Luxemburgo; Caçapava, Falcão e Jair; Valdomiro, Peri e Bil. Técnico: Cláudio Duarte.

21/11/1976 - Campeonato Brasileiro 1976 - 3ª fase - Internacional 2 x 0 Ponte Preta

CAMPEONATO BRASILEIRO 1976 - 3ª FASE - INTERNACIONAL 2 X 0 PONTE PRETA
Data: 21/11/1976
Local: Beira-Rio - Porto Alegre (RS)
Juiz: Luís Carlos Félix
Cartões: Lúcio e Tuta (P).
Gols: Caçapava 6’/2 (I); Jair 7’/2 (I).
INTERNACIONAL: Manga; Zé Maria, Gardel, Marinho Peres e Vacaria; Falcão, Caçapava e Jair (Batista); Valdomiro, Dario e Lula (Escurinho). Técnico: Rubens Minelli.
PONTE PRETA: Moacir; Polozzi, Oscar, Juninho Fonseca e Laudemir (Reinaldo); Marco Aurélio, Dicá e Pedro Omar (Vanderlei); Parranga, Tuta e Lúcio. Técnico: Armando Renganeschi.

14/10/1970 - Roberto Gomes Pedrosa 1970 - 1ª fase - Internacional 3 x 1 Ponte Preta

ROBERTO GOMES PEDROSA 1970 - 1ª FASE - INTERNACIONAL 3 X 1 PONTE PRETA
Data: 14/10/1970
Local: Beira Rio - Porto Alegre (RS)
Público: calculado em 19.500.
Renda: NCr$ 83.810,00
Juiz: José Aldo Pereira, auxiliado por José Luís Barreto e Luís Zetterman Torres.
Gols: Claudiomiro 3’/1 (I); Manfrini 22’/2 (P); Claudiomiro 32’/2 (I); Claudiomiro 35’/2 (I).
INTERNACIONAL: Gainete; Édson Madureira, Flávio, Pontes e Sadi; Paulo César Carpegiani (Mosquito) e Tovar; Valdomiro (Didi Pedalada), Bráulio, Claudiomiro e Dorinho. Técnico: Daltro Menezes.
PONTE PRETA: Wilson; Nélson, Dagoberto, Henrique (Luisinho) e Santos; Teodoro e Roberto Pinto; Ditinho, Manfrini, Paulinho e Adílson. Técnico: Cilinho.

O goleiro Wilson cai diante de Claudiomiro.
Foram três vezes na mesma partida.
Fonte: Placar

25/9/1977 - Campeonato Gaúcho 1977 - Final - Grêmio 1 x 0 Internacional

CAMPEONATO GAÚCHO 1977 - FINAL - GRÊMIO 1 X 0 INTERNACIONAL
Data: 25/9/1977
Local: Olímpico - Porto Alegre (RS)
Público: 57.186
Renda: Cr$ 1.642.960,00
Juiz: Luís Zetterman Torres, auxiliado por Adão Alípio Soares e Paulo Serafim.
Cartões: Corbo, Cassiá (G); Marinho Peres e Dario (I).
Gol: André Catimba 42’/1 (G).
GRÊMIO: Corbo; Eurico, Cassiá, Oberdan e Ladinho; Vitor Hugo, Tadeu Ricci e  Iúra (Vilson); Tarciso, André Catimba (Alcindo) e Éder Aleixo. Técnico: Telê Santana.
INTERNACIONAL: Benítez; Beretta (Jair), Gardel, Marinho Peres e Vacaria; Caçapava, Batista e Escurinho; Valdomiro, Luizinho Lemos e Santos (Dario). Técnico: Gainete.


Imagens: RBS TV
Locução: Celestino Valenzuela

5/4/1989 - Libertadores 1989 - Oitavas-de-final - Ida - Internacional 6 x 2 Peñarol-URU

LIBERTADORES 1989 - OITAVAS-DE-FINAL - IDA - INTERNACIONAL 6 X 2 PEÑAROL-URU
Data: 5/4/1989
Local: Beira-Rio - Porto Alegre (RS)
Público: 37.939
Renda: NCz$ 58.599,50
Juiz: Abel Grecco (ARG)
Expulsões: Nílson (I); Gonçalvez e Pedromo (P).
Gols: Nílson 7’/1 (I); Nílson, pênalti 28’/1 (I); Nórton 33’/1 (I); Nórton 41’/1 (I); Hêider 11’/2 (I); Baran 28’/2 (P); Aguilera 33’/2 (P); Hêider 44’/2 (I).
INTERNACIONAL: Taffarel; Luís Carlos Winck, Aguirregaray, Nórton e Casemiro; Norberto, Luís Carlos Martins e Luís Fernando Flores (Ado); Hêider, Nílson e Edu Lima (Diego Aguirre). Técnico: Abel Braga.
PEÑAROL-URU: Ferro; Herrera, Rotti, Gonçalvez e Dominguez; Saralegui, Da Silva (Sánchez) e Perdomo; Villar (Cedres), Aguilera e Baran. Técnico: Ladislao Mazurkiewicz.


Imagens: Globo Esporte

22/11/2003 - Campeonato Brasileiro 2003 - 2º turno - Figueirense 3 x 2 Internacional

CAMPEONATO BRASILEIRO 2003 - 2º TURNO - FIGUEIRENSE 3 X 2 INTERNACIONAL
Data: 22/11/2003
Local: Orlando Scarpelli - Florianópolis (SC)
Público: 12.896
Renda: R$ 102.170,00
Juiz: Jorge Rabello
Cartões: Jeovânio, Luís Simplício (F); Wilson, Gavilán e Nilmar (I).
Gols: William 16’/1 (F); Fernandinho 24’/1 (F); Fernandinho 41’/1 (F); Vinícius 1’/2 (I); Vinícius 29’/2 (I).
FIGUEIRENSE: Édson Bastos; Paulo Sérgio (Pedro), Cléber, Eloy e Triguinho; Jeovânio, Bilu, William, Fernandinho (Carlinhos), e Luís Simplício; Edmílson (Rodrigo Silva). Técnico: Dorival Júnior.
INTERNACIONAL: Clemer; Wilson, Sangaletti e Vinícius; Élder Granja (Cleiton Xavier), Claiton, Gavilán, Flávio e Edu Silva; Diego (Jéfferson Feijão) e Nilmar. Técnico: Muricy Ramalho.

O Inter de Cleiton Xavier não conseguiu superar o Figueira de Triguinho.
Fonte: Correio do Povo
Triguinho e Nilmar.
Fonte: Correio do Povo



Imagens: Globo Esporte

8/3/1987 - Taça Governador do Estado do MS 1987 - Corinthians 4 x 1 Internacional

TAÇA GOVERNADOR DO ESTADO DO MS 1987 - CORINTHIANS 4 X 1 INTERNACIONAL
Data: 8/3/1987
Local: Pedro Pedrossian - Campo Grande (MS)
Juiz: Romualdo Arppi Filho
Gols: Balalo, pênalti 3’/1 (I); Cristóvão Borges 42’/1 (C); Biro-Biro 26’/2 (C); Cristóvão Borges 40’/2 (C); Édson Boaro 43’/2 (C).
CORINTHIANS: Édson Boaro, Cristóvão Borges, Índio, Biro-Biro, João Paulo... Técnico: Jorge Vieira.
INTERNACIONAL: Taffarel; Balalo, Roberto Carlos... Técnico: Homero Cavalheiro.

Canal: Cicim8665

14/10/1990 - Campeonato Brasileiro 1990 - 1ª fase - Vasco 3 x 0 Internacional

CAMPEONATO BRASILEIRO 1990 - 1ª FASE - VASCO 3 X 0 INTERNACIONAL
Data: 14/10/1990
Local: São Januário - Rio de Janeiro (RJ)
Público: 9.765 pagantes.

Renda: Cr$ 5.028.300,00
Juiz: Aristóteles Cantalice
Cartão: Caçapava (I).
Expulsão: Letelier (I).
Gols: Luciano 6’/1 (V); Bebeto 25’/1 (V); Bismarck 28’/1 (V).
VASCO: Acácio; Zé do Carmo, Jorge Luiz, Célio Silva e Cássio; Luís Carlos Winck (Ayupe), Luciano e William; Bebeto (Tato), Bismarck e Ânderson. Técnico: Zagallo.
INTERNACIONAL: Maizena; Chiquinho, Márcio Rossini, Sandro Becker e Ricardo Costa; Simão (Edu Lima), Caçapava, Luiz Fernando Gomes e Alberto Félix; Letelier e Paulinho Criciúma (Alex Rossi). Técnico: Ênio Andrade.


Luciano abriu o placar na goleada vascaína.
Fonte: Jornal dos Sports
O ex-lateral colorado Luís Carlos Winck, dessa vez como carrasco.
Fonte: Jornal dos Sports
Paulinho Criciúma e William.
Fonte: Jornal dos Sports
Depois do corta-luz de Jorge Luiz, Bismarck arrematou e marcou.
Fonte: Jornal dos Sports
O zagueiro Jorge Luiz levou a melhor
sobre Paulinho Criciúma.
Fonte: Jornal dos Sports
Bebeto, literalmente, faz a festa.
Fonte: Jornal dos Sports

Canal: Futebol Raiz