10/11/1999 - Campeonato Brasileiro 1999 - 1ª fase - Internacional 1 x 0 Palmeiras


O descenso é o inferno para qualquer clube no cenário nacional. Qual torcedor gostaria de ver seu time do coração disputando partidas no segundo escalão do futebol brasileiro? A dor do rebaixamento deve doer e nós, colorados, jamais gostaríamos de provar esse sabor amargo.
A apreensão da torcida colorada foi levemente amenizada pelo ponto ganho na justiça, depois da constatação da irregularidade na escalação de Sandro Hiroshi por parte do São Paulo. Casa cheia e os nervos aflorados, em um misto de confiança e apreensão na luta contra a queda à Série B.  O Inter ainda dependia de resultados paralelos para permanecer na Série A.
A esperança colorada estava depositada em Lúcio, Dunga e Fabiano. O Palmeiras tinha um time excelente, com Marcos, Cléber, Zinho e Paulo Nunes, odiado pela massa vermelha em virtude de sua identificação com o Grêmio.
Mal o árbitro Márcio Rezende de Freitas apitou o início de jogo e o Inter começou a pressionar o Palmeiras, que se preparava para a disputa do Mundial contra o Manchester United. Quem imaginava que o Verdão viria somente pra cumprir tabela, se enganou. O Palmeiras se defendeu e criou grandes possibilidades no primeiro tempo. O Inter, nervoso, não conseguia ter o controle da bola.
Felipão, gremista escancarado, parecia disposto a rebaixar o Internacional. Ainda nervoso, mas determinado a não cair, o Inter e seu time de operários suportavam a pressão palmeirense do jeito que dava. Mesmo desfalcado, o Verdão era um timaço. Os alto-falantes do Beira-Rio não informavam os resultados alheios, para não desmotivar o torcedor e o time. Tudo estava desfavorável e o Colorado precisava da torcida mais do que tudo.
Aos 35 do segundo tempo, o Inter chegava na frente em um contra-ataque, quando Celso, que entrou no lugar do lateral-esquerdo Gustavo, aplica um lençol no volante Galeano e é derrubado. A falta era sinônimo de esperança. Celso, artilheiro do Inter no campeonato, e Elivélton se posicionavam para a cobrança de falta.
Celso cobrou por cima da barreira e Dunga, 15 anos de volta depois de deixar o Beira-Rio, escora de cabeça, fugindo da marcação. Ele, que foi preterido por Leão nas últimas rodadas, se tornou nosso salvador.
A partir daí, loucura total. O Inter fazia o que dava para segurar o Palmeiras, depois de ter o técnico Leão expulso. Rezende deu apenas dois minutos de acréscimo e na virada dos 46, os refletores se apagam. Depois de quinze minutos sem luz, a bola volta a rolar e Pena dá o último susto, chutando uma bola por cima do gol do baixinho João Gabriel.
Fim de jogo. Internacional permanece na elite do futebol nacional e, de quebra, termina o campeonato na frente do rival. A fatídica década de 90 chegava ao fim com duas fugas do rebaixamento. Ambas bem sucedidas, graças a Deus, Letelier e Dunga.
Relembre o gol de Dunga com a narração de Pedro Ernesto Denardin:

CAMPEONATO BRASILEIRO 1999 - 1ª FASE - INTERNACIONAL 1 X 0 PALMEIRAS
Data: 10/11/1999
Local: Beira-Rio - Porto Alegre (RS)
Público: 40.068
Renda: R$ 63.206,00
Juiz: Márcio Rezende de Freitas
Cartões: Enciso (I); Asprilla e Cléber (P).
Gol: Dunga 36’/2 (I).
INTERNACIONAL: João Gabriel; Denílson, Ânderson Luiz, Lúcio e Gustavo (Celso); Dunga, Enciso, Claiton e Elivélton; Fabiano e Almir. Técnico: Émerson Leão.
PALMEIRAS: Marcos; Arce (Jackson Coelho), Agnaldo Liz (Edmílson), Cléber e Júnior; Galeano, Rogério Fidélis, Zinho e Asprilla; Paulo Nunes e Evair (Pena). Técnico: Luiz Felipe Scolari.

10/10/1998 - Campeonato Brasileiro 1998 - 1ª fase - Palmeiras 1 x 0 Internacional

CAMPEONATO BRASILEIRO 1998 - 1ª FASE - PALMEIRAS 1 X 0 INTERNACIONAL
Data: 10/10/1998
Local: Parque Antártica - São Paulo (SP)
Público: 20.060
Renda: R$ 236.430,00
Juiz: Wilson Souza de Mendonça, auxiliado por Cid Cavalcanti e Roberto Braatz.
Cartões: Alex e Paulo Nunes (P).
Gol: Arce 15’/2 (P).
PALMEIRAS: Velloso; Arce, Júnior Baiano (Jorge Luiz), Cléber e Júnior; Galeano, Rogério Fidélis), Zinho e Alex (Almir); Paulo Nunes (Darci) e Oséas. Técnico: Luiz Felipe Scolari.
INTERNACIONAL: André; Denílson, Lúcio, Régis e Celso Vieira; Reginaldo, Enciso, Claiton e Marcelo Rosa (Manoel); Betinho (Narcízio) e Christian. Técnico: Cassiá.

06/12/1997 - Campeonato Brasileiro 1997 - 2ª fase - Internacional 0 x 1 Palmeiras

CAMPEONATO BRASILEIRO 1997 - 2ª FASE - INTERNACIONAL 0 X 1 PALMEIRAS
Data: 06/12/1997
Local: Beira-Rio - Porto Alegre (RS)
Público: 1.034
Renda: R$ 13.027,00
Juiz: Márcio Rezende de Freitas
Cartões: Paulo Diniz, Márcio Dias (I); Marquinhos e Daniel (P).
Gol: Wagner 31’/1 (P).
INTERNACIONAL: André; Enciso, Márcio Dias, Régis e Espínola; Ânderson Luiz (Sandro Sotilli), Fernando, Marcelo Rosa e Mabília (Arílson); Fabiano (Paulo Diniz) e Sílvio. Técnico: Celso Roth.
PALMEIRAS: Marcos, Neném, Júnior Tuchê, Agnaldo Liz e Wagner; Roque Júnior, Daniel, Marquinhos e Eriberto; Jorginho (Thiago Gentil) e Chris. Técnico: Luiz Felipe Scolari.

Desesperado, Paulo Diniz tenta a bicicleta.
Fonte: Correio do Povo

16/11/1997 - Campeonato Brasileiro 1997 - 2ª fase - Palmeiras 1 x 0 Internacional

CAMPEONATO BRASILEIRO 1997 - 2ª FASE - PALMEIRAS 1 X 0 INTERNACIONAL
Data: 16/11/1997
Local: Morumbi - São Paulo (SP)
Público: 26.162
Renda: R$ 362.105,00
Juiz: Sidrack Marinho dos Santos, auxiliado por Eriberto Pessoa e Erivan Pessoa.
Cartões: Rogério Fidélis, Júnior, Zinho (P); Ânderson Luiz, Régis, Fabiano, Arílson e Marcão (I).
Gol: Viola 5’/2 (P).
PALMEIRAS: Velloso; Neném, Roque Júnior, Cléber e Júnior; Galeano, Rogério Fidélis, Zinho (Wagner) e Alex (Amaral); Euller (Marquinhos) e Viola. Técnico: Luiz Felipe Scolari.
INTERNACIONAL: André; Gustavo, Marcão, Régis e Espínola (Sílvio); Ânderson Luiz, Fernando, Sandoval (Mabília) e Arílson; Fabiano e Christian. Técnico: Celso Roth.

Christian salta para fugir da forte marcação palmeirense.
Fonte: Correio do Povo
Rogério Fidélis deixa Sandoval no chão.
Fonte: Correio do Povo
Viola pressiona André, enquanto observado por Ânderson Luiz e Marcão.
Fonte: Correio do Povo

13/8/1997 - Campeonato Brasileiro 1997 - 1ª fase - Internacional 2 x 1 Palmeiras

CAMPEONATO BRASILEIRO 1997 - 1ª FASE - INTERNACIONAL 2 X 1 PALMEIRAS
Data: 13/8/1997
Local: Beira-Rio - Porto Alegre (RS)
Público: 31.477 (23.539 pagantes).
Renda: R$ 294.276,00
Juiz: Márcio Rezende de Freitas, auxiliado por Pascoalino Souza Lima e Antônio de Oliveira Neto.
Cartões: Arílson, Ânderson Luiz, Régis (I); Amaral e Pimentel (P).
Expulsão: Cléber (P).
Gols: Christian 10’/1 (I); Ânderson Luiz (I) 4’/2; Marquinhos 16’/2 (P).                             
INTERNACIONAL: André; Enciso, Marcão (Márcio Dias), Régis e Luciano Almeida; Ânderson Luiz, Fernando, Sandoval e Arílson (Marcelo Rosa); Fabiano e Christian (Mabília). Técnico: Celso Roth.
PALMEIRAS: Velloso; Pimentel, Roque Júnior, Cléber e Júnior; Galeano, Amaral (Rogério Fidélis), Marquinhos (Alex) e Zinho; Euller (Viola) e Oséas. Técnico: Luiz Felipe Scolari.

14/8/1996 - Campeonato Brasileiro 1996 - 1ª fase - Palmeiras 0 x 0 Internacional

CAMPEONATO BRASILEIRO 1996 - 1ª FASE - PALMEIRAS 0 X 0 INTERNACIONAL
Data: 14/8/1996
Local: Parque Antártica - São Paulo (SP)
Público: 1.321
Renda: R$ 16.720,00
Juiz: Márcio Rezende de Freitas
Cartões: Júnior (P); Márcio Dias, Celso Vieira e Arílson (I).
PALMEIRAS: Velloso; Cafu, Cláudio, Cléber e Júnior; Galeano, Leandro Ávila (Leonardo), Rincón e Elivélton (Fernando Diniz); Djalminha e Luizão. Técnico: Vanderlei Luxemburgo.
INTERNACIONAL: André; Celso Vieira, Márcio Dias, Gamarra e Cleomir; Fernando, Enciso, Paulo Isidoro e Arílson (Yan); Fabinho e Leandro Machado (Fabiano). Técnico: Nelsinho Baptista.

22/10/1995 - Campeonato Brasileiro 1995 - 2º turno - Internacional 2 x 0 Palmeiras

CAMPEONATO BRASILEIRO 1995 - 2º TURNO - INTERNACIONAL 2 X 0 PALMEIRAS 
Data: 22/10/1995 
Local: Beira-Rio (Porto Alegre-RS) 
Público: 9.083 
Renda: R$ 68.181,00 
Juiz: Márcio Rezende de Freitas 
CartõesÂnderson Luiz, Leandro Machado (I); Cafu e Cléber. 
Gols: Aílton 24’/2 (I); Caíco 27’/2 (I). 
INTERNACIONALGoycoechea; Ronaldo, Jonílson, Gamarra e Vinícius; Ânderson Luiz, Élson, Caíco (Argel) e Zé Alcino (Ricardo Costa); Leandro Machado e Aílton (Válber). Técnico: Abel Braga. 
PALMEIRAS: Velloso; Cafu, Antônio Carlos, Cléber e Flávio Conceição; Amaral (Paulo Isidoro) Mancuso, Edílson e Rivaldo; Müller e Nílson (Índio). Técnico: Carlos Alberto Silva.

23/11/1994 - Campeonato Brasileiro 1994 - 2ª fase - Palmeiras 1 x 1 Internacional


CAMPEONATO BRASILEIRO 1994 - 2ª FASE - PALMEIRAS 1 X 1 INTERNACIONAL
Data: 23/11/1994
Local: Parque Antártica - São Paulo (SP)
Público: 4.268
Renda: R$ 28.071,00
Juiz: Carlos Elias Pimentel
Cartões: Cléber, Cláudio (P); Caíco, Luís Carlos Winck e Argel (I).
Gols: Caíco 1’/2 (I); Rivaldo 5’/2 (P).
PALMEIRAS: Velloso, Cláudio, Antônio Carlos, Cléber e Roberto Carlos (Amaral); César Sampaio, Flávio Conceição, Zinho e Rivaldo; Alex Alves (Paulo Isidoro) e Evair. Técnico: Vanderlei Luxemburgo.

INTERNACIONAL: Sérgio Guedes; Admílson, Argel, Adílson Pinto e Róbson Mattis; Ânderson Luiz (Luiz Fernando Gomes), Luís Carlos Winck, Mazinho Loyola e Caíco; Leandro Machado e Nando (Dinei). Técnico: Cláudio Duarte.

11/9/1994 - Campeonato Brasileiro 1994 - 1ª fase - Palmeiras 1 x 0 Internacional

CAMPEONATO BRASILEIRO 1994 - 1ª FASE - PALMEIRAS 1 X 0 INTERNACIONAL
Data: 11/9/1994
Local: Parque Antártica - São Paulo (SP)
Público: 22.340
Renda: R$ 142.296,00
Juiz: Cláudio Cerdeira
Cartões: Alex Alves (P); Caíco e Alex Bach (I).
Expulsão: Ânderson Luiz (I).
Gol: Flávio Conceição 30’/2 (P).
PALMEIRAS: Velloso; Cláudio, Antônio Carlos (Tonhão), Cléber e Wagner (Alex Alves); Flávio Conceição, Amaral, Paulo Isidoro e Rivaldo; Edmundo e Evair. Técnico: Vanderlei Luxemburgo.
INTERNACIONAL: Sérgio Guedes; Luís Carlos Winck, Argel, Adílson Pinto e Zinho; Ânderson Luiz, Élson, Luís Fernando Souza (Alex Bach) e Caíco (Caio Júnior); Mazinho Loyola e Dinei. Técnico: Procópio Cardoso.
Élson, antes da partida.
Fonte: Gazeta Press
Luís Carlos Winck de volta ao Internacional.
Fonte: Gazeta Press
Sérgio Guedes, goleiro colorado.
Fonte: Gazeta Press
Em pé: Adílson Pinto, Sérgio Guedes, Luís Carlos Winck, Ânderson Luiz,
Argel e Zinho.
Agachados: Dinei, Luís Fernando Souza, Élson, Caíco e Mazinho Loyola.
Fonte: Gazeta Press.
Dinei, atacante emprestado.
Fonte: Gazeta Press
Em 1994, Argel ainda era uma jovem promessa.
Fonte: Gazeta Press
Campeões pelo São Paulo em 1991, Antônio Carlos e Adílson Pinto
se enfrentariam em 1994.
Fonte: Gazeta Press
Adílson Pinto, emprestado ao Inter pelo São Paulo.
Fonte: Gazeta Press

Imagens: Rede Globo

21/8/1994 - Campeonato Brasileiro 1994 - 1ª fase - Internacional 0 x 2 Palmeiras

CAMPEONATO BRASILEIRO 1994 - 1ª FASE - INTERNACIONAL 0 X 2 PALMEIRAS
Data: 21/8/1994
Local: Beira-Rio - Porto Alegre (RS)
Público: 29.264
Renda: R$ 149.523,00
Juiz: Léo Feldman
Expulsão: Argel (I).
Gols: Edmundo 29’/1 (P); Rivaldo 38’/1 (P).
INTERNACIONAL: Sérgio Guedes; Luís Carlos Winck, Argel, Adílson Pinto (Zózimo) e Róbson Mattis; Ânderson Luiz, Élson, Daniel Frasson e Caíco; Caio Júnior (Mazinho Loyola) e Dinei. Técnico: Procópio Cardoso.
PALMEIRAS: Velloso; Cláudio, Tonhão, Cléber e Roberto Carlos; Amaral, Flávio Conceição, Zinho e Rivaldo; Edmundo e Evair. Técnico: Vanderlei Luxemburgo.

8/12/1992 - Copa do Brasil 1992 - Semifinal - Volta - Internacional 2 x 1 Palmeiras

COPA DO BRASIL 1992 - SEMIFINAL - VOLTA - INTERNACIONAL 2 X 1 PALMEIRAS
Data: 8/12/1992
Local: Beira-Rio - Porto Alegre (RS)
Público: 24.809
Renda: Cr$ 826.715.000,00
Juiz: Antônio Pereira da Silva
Cartão: Daniel Frasson (I).
Gols: Gérson 7’/2 (I); Maurício 13’/2 (I); Júnior 35’/2 (P).
INTERNACIONAL: Fernández, Célio Lino, Célio Silva, Pinga e Daniel Franco; Ricardo, Élson e (Norton); Maurício, Gérson e Caíco. Técnico: Antônio Lopes.
PALMEIRAS: César, Mazinho, Toninho Cecílio, Alexandre Rosa e Dida; Júnior, Daniel Frasson e Cuca; Carlinhos, Magrão (Jean Carlo) e Zinho. Técnico: Otacílio Gonçalves.